terça-feira, 8 de novembro de 2011

Pensamento..realmente para refletir..Desabafo de mãe


"Fala-se tanto da necessidade de deixar um planeta melhor para os nossos filhos e, esquece-se da urgência de deixarmos filhos melhores para o nosso planeta."
                                          (autor desconhecido)



Em um país..que tem manifestações contra o policiamento nas universidades, por causa de maconha..corrupção nas cuecas e meias...pais matando filho e filhos matando pais..pedofilia..guerra entre favelas..enquanto um país que  não tem dinheiro para educação..saúde..constrói gigantescos estádios de futebol, pra comemorar a Copa do Mundo...Não é para pensar, refletir sobre a frase aí em cima??
Tenho pavor em pensar..o que estará reservado para os meus filhos??
Estou fazendo minha parte..mas será que minha vizinha faz o mesmo com o filho dela?..é igual ao piolho ou a dengue..se você cuida na sua casa..limpa..trata..mas se sua vizinha não faz o mesmo..o que está limpo tornará a  sujar..não importa quantas vezes terá que limpar..irá sujar novamente..
Podem não concordar, mas amizades influenciam demais no desenvolvimento dos nossos sempre pequenos filhos, para o bem ou para o mal.
Desculpem minha queridas, talvez não concordem comigo..mas é assim que penso..isso é um desabafo de mãe..em desespero...Definitivamente não assistirei mais jornal...só vou assistir desenhoo!! =\ =)
Eu continuarei regando  e cuidando do meu jardim..retirando as matinhos..que teimarem em estragar meu belo jardinzinho..e pedindo sempre instruções Divinas.
Prometo, prometo que voltooo mais feliz!!


Tenham um lindo
e abençoado dia!!
Bjinhoos!






16 comentários:

Lia disse...

Ellen
Não tem jeito só podemos cuidar do nosso quintal...não conseguimos mudar as outras pessoas só a nós mesmos.
Educar dá um trabalho enorme mas vale a pena.

Coisas de Andréa disse...

Oi Ellen, concordo muito com vc...
Sempre cuidei (e cuido) muito da educação dos meus, mas me revoltava ver aquelas mães que "largavam" os filhos na escola e achavam que eles é que tinham que educar, qtas vezes não ouvi isso nas reuniões? Um absurdo! Meu filho vai fazer 20 anos, faz jornalismo,minha filha tem 16,são filhos maravilhosos, e mesmo assim rezo muito todas as vezes que eles vão ao trabalho ou a escola...Eu acredito que faço minha parte, mas e os outros?
É difícil, amiga!
Que Deus abençoe nossos filhos.
Beijos e uma linda terça.

Desculpe meu desabafo, mas não me contive...

casa de fifia disse...

oi ellen
querida eu concordo plenamente com você,
e acho que essa sua reflecao e a mesma de todas as mães do planeta,eu outro dia falei isso com meu marido,porque eu digo sempre a meu filho se alguma coleguinha bater em você não se vingue,
vai a dizer a um adulto,porque na escolinha de meu filho tem um menino que adora bater,e a sua mãe diz que é uma fase..que um dia passa.
ai eu digo,eu educo meu filho a não bater a dizer obrigado e por favou,mas se ele joga com essas crianças mal educada.
o meu trabalho é desperdiçado.
olhe ai eu também desabafei aqui no seu cantinho
bacione

Rô Faleiro disse...

Oi minha querida
concordo com vc e imagino seu "desespero", afinal tds queremos um mundo melhor para o futuro..ainda nao tenho filhos e ja me preocupo com isso, vc então! com essas 2 lindezas ai...
Tenha um bom dia
bjinhus

Paula Kasas disse...

Todo mundo precisava pensar mais nisso mesmo.
Bjus
Paula Kasas
A Moda em Acabamentos & Complementos

Carol disse...

Eu concordo demais com tudo isso. O caso dos estudantes na universidade é uma vergonha, lamentável, infeliz. Vi hoje pela tv o que fizeram na reitoria, destruição, falta de respeito. Acho que teriam que deixar lá tudo novinho novamente, pagar todos os prejuízos.
Amiga, fazemos nossa parte e temos também que rezar para que no caminho de nossos filhos apareçam pessoas boas.
Beijos

Vida no Campo disse...

Oi Ellen ,conheci seu blog através do casa de fifia,e vim conhecer um pouquinho e adorei,concordo com tudo que vc diz,os jovens estão sendo criados sem regras e sem limites,é uma geração quase perdida sem rumo,só querem saber de bagunçar,os pais e mães quase não se importam com que os filhos fazem por ai,só pensam em ganhar dinheiro,trabalham dia e noite e ai podem ter a desculpa de que não ter tempo para os filhos ,as vezes fico pensando e chego a sentir medo da geração que vem por ai,tenho três filhos cuido muito com quem eles andam e onde vão,pois como vc diz as companhias influenciam muito na vida dos jovens,as escolas publicas estão viradas no chapéu os alunos vivem mais sem aulas do que com aulas ,os hospitais estão sucateados,e o Brasil só pensa em futebol e copa do mundo acho isso uma vergonha,beijos desculpe o meu desabafo ,seus filhos são lindos

Kit e seu diário disse...

Olá flor!
Eu não tenho filhos e concordo plenamente com você.

Nosso jardim precisa sempre ser cultivado pra receber passaros (familia) e borboletas (amigos) pra enfeita-los mais!

Tenha uma ótima semana!

RetroMomentos disse...

Concordo plenamente com esta frase! Bjuss

Clau Labres disse...

Olá, querida!
Adorei teu desabafo e acho que se todos pensassem assim não nos preocuparíamos com que mundo deixar para nossos filhos, pois eles teriam lucidez o bastante para construir seu próprio mundo, cheio de paz, de harmonia e consciência.
Sempre amo teus posts inspiradores, mas um pouco de revolta para se lutar pelo que se acredita às vezes cai bem!
A propósito, vou "pegar emprestada" tua frase inicial para refletir lá no blog também! :)
Beijinhos,
Clau

Regina disse...

Eu não tenho filhos, por opção, mas isso não me impede de ter minha opinião.
Cada um de nós é responsável pelas nossas atitudes, não podemos dizer o q o outro deve fazer, mas a família (mães, avós, tias,etc.) tem a obrigação de cuidar o melhor possível dos pequenos, inclusive ficando de olho com quem eles se relacionam, isso é muito importante, principalmente na época da adolescência.

Regina disse...

Ah, me esqueci de dizer que seus pimpolhos são muito lindos e fofos :)

Eva disse...

Ai amiga queria deixar o meu pitaco, sou mãe de tres filhos que hoje estão adultos e sofri muito com esse medo,das más influências que não conseguiremos controlar, fiz terapia e aprendi que aquilo que ensinamos, fica, mesmo com outras influências, o que mantém isso é o diálogo em casa e a transparência, o que vimos também hoje em dia é o abandono desses filhos, não propriamente de um lar mas de olhar, pela correria que a vida moderna impõe, por isso o meu pitaco é confiar na educação que vc deu, faz diferença sim e larguemos tudo para olhar nossos filhos e fazer contraponto com o que temos por aí. Filho precisa de conversa e ele escuta sim com toda a atenção, quando é respeitado por quem educa. Desculpa falar tanto é que pra mim foi importante aprender isso e acho que tranquiliza mais, já que não podemos mudar o mundo tenhamos certeza de que não é qualquer um que o filho segue, sejamos nós a liderar através do carinho e limites.

Daiane Cascini disse...

Que Fofo!

Miriam disse...

arrasou maninha!!

Cora Horto disse...

Ellen,

Tenhodois filhos e entendi bem suas palavras, pois tambem penso assim.
Tenho medo dos pais de hoje, que são muito flexiveis. E parei de ver jornal, pois não aguento mais ver todos os dias as mesmas noticias de um mundo cada vez precisando mais de educação. bjs